Feliz Páscoa Ressureição de Cristo!Domingo de RamosÚltima CeiaCrucificação de Jesus CristoRessurreição de Cristo - Páscoa
Mensagem Favorita

Minha pequena Xapur

Nota 1Nota 2
Nota 3Nota 4
Nota 5Nota 6
Nota 7Nota 8
Nota 9Nota 10
Categoria: Famlia
Views: 1605
Envios: 2

Minha pequena Xapurí
Autor: Beto Rocha

Vou contar a todos vocês
Um causo que aconteceu
Na minha pequena Xapurí
De muita gente importante
Terra de Glória Peres, Armando Nogueira
Chico Mendes e Sebastião Vasconcelos
Onde o pôr-do-sol nasce sempre mais belo
Do que em outro lugar
Meu pai era um artista de verdade
No clube municipal
O melhor tocador da cidade
Seu nome era Raimundo Estanislau
Um homem “galantiador”
Gostava de muitas mulheres
Era um grande conquistador.

Eu era apenas uma criança
Vivia correndo no “quintá”
Fazendo estripulias no meio no “matagá”
Um dia meu pai foi pro roçado
Eu “siguia” de perto ao seu lado
Ele” trabaiô” de manhã na lida
Quando “oiô” para o sol que ardia
Já era quase “mei” dia
Meu pai disse: meu ”fi”, “avia”
Vai buscar minha bóia
Pra “mode” eu “cumê”
“Tô” com muita fome
Acho que vou morrer
“Vamu” meu “fi” “avexe”
Eu comecei a dizer
Essa é nossa sina aqui
‘‘Nós não tem” sorte na vida
Na minha pequena Xapurí.

Eu “peguei, curri, curri”
Pra “mode” não “apanhá”
Subi uma grande ladeira
Eu era apenas um menino “buchudo”
Falando muita besteira
Tinha tudo na barriga
Tinha vento, só não tinha “cumida”
Tava mais perto da morte do que da vida
Eu só reclamava de fome
Só pensava em “cumida”
Será que ele não vê
Eu também tenho que “cumê”
Olha a cor da minha pele
“Tô” um amarelo “impambado”
Meu ”bucho” “ta” vazio
Vou tomar água do rio
Pra “mode” encher a barriga
Essa é nossa sina aqui
‘’Nós não tem’’ sorte na vida
Na minha pequena Xapurí

Cheguei lá na minha cas
Assoalho de paxiúba
Coberto de ‘’paia’’ do mato
Assim era nossa moradia
Peguei a bóia no prato
Sentei no chão com alegria
Passei a comer tudo que tinha
Minha mãe deu um grito
Meu “fi” essa bóia é do seu pai
Não podia nem “cumê”
Levantei de um pulo só
De repente comecei a suar
A bóia logo quis voltar
Essa comida é forte meu fi
Mãe acho que vou “dismaiá”
Naquele tempo saiba vocês
Quem “trabaiava” no pesado
Se alimentava com mais “sustância”
Se não “dismaiava” no roçado
Essa é nossa sina aqui
‘’Nós não tem’’ sorte na vida
Na minha pequena Xapurí

Sua bóia é essa daqui
Um “bucadim” de arroz no fundo do prato
Um “pedacim” de carne do mato
Só comia carne de verdade
Quando mordia a língua enganado
Ou quando o meu pai vinha na cidade
Feijão só a raspinha, pra ‘mode” economizar
Macarrão um sonho distante
Assim era a nossa vida errante
Achava que Deus tinha de nós se esquecido
Rezava o pai nosso várias ave Maria
Pedia a são Sebastião
O padroeiro da cidade
Até nossa senhora aparecida
Nós não tinha felicidade
Essa é nossa sina aqui
‘’Nós não tem’’ sorte na vida
Na minha pequena Xapurí

Cheguei lá no roçado
Procurei meu pai ao lado
Achei ele no chão
Peguei ele pela mão
Com tanta demora assim
Achei que tinha “dismaiado”
Aí me apavorei, fiquei muito assustado
Quando vi o meu pai caído no chão
Pensei logo que tinha morrido
Gritei: Pai, Pai,
Pequei no seu rosto frio
Ele “dispertô” e disse: o que é isso meu fi?
Ai, graças a Deus ele “ta” vivo!
O que o senhor faz aí no chão
Meu fi fui a sua procura
Deitei aqui nessa sombra
Pra” mode” passar a tontura
Essa é nossa sina aqui
‘’Nós não tem’’ sorte na vida
Na minha pequena Xapurí

A tarde já tinha começado
Bateu uma diarréia danada
Fomo embora do roçado
Logo minha mãe teve uma idéia
“Vamo” embora daqui
Da nossa pequena Xapurí
Quero que vocês “istude”
E quando “crescê” me ajude
A não passar mais fome na vida
“Viemo” de lá prá cá de canoa
“Remano” sete “dia” com sete “noite”
“Passamo” muito “aperrei”
Alagação dentro da embarcação
Cobra no porão da canoa
Seis “minino” “sentado” nos “banco”
Depois de vários dia de viaje
‘’Viemo ” “pará” em Rio Branco
Tomara que a nossa sina aqui
Nós tenha mais sorte na vida
Do que na nossa pequena Xapurí
imagem
Imprimir
Publicao:2013-01-18
Nota:6,50/10, com 576 votos.
  • Enviar
  • Editar
Enviar por ORKUT
Remetente
Destinatário
Agenda
Recado Pessoal
Enviar em: / /



Mensagens Virtuais
Participe: O que você quer ver nesta página?
Contato: Envie sugestões e dúvidas
Erro: Informar erro nesta página
Cadastro: Cadastre-se e tenha seu blog



Mensagens Virtuais ® por Renato Hoffmann
Desde 21/09/98 - 14 anos | Brasil
Mensagens Virtuais

Mensagens Virtuais de páscoa
Carregando...